Receitas de Inseticidas, Fungicidas e Repelentes para Hortas Biológicas

Inseticida, fungicida, repelente biologico

 

Vamos ver algumas receitas para fazer inseticidas, fungicidas e repelentes para pragas comuns em hortas biológicas.

 

1 – Inseticidade de Alho

 

Rele 10 dentes de alho com a varinha mágica, adicione 2 litros de água, mexa a mistura e deixe repousar por 24 horas. Após as 24 horas coe os 2 litros de preparado, misture com mais 5 litros de água e pulverize de imediato as plantas. Recomenda-se que faça uma pulverização por semana em dias secos e até 3 em dias de chuva.

 

Ps. Um dos mais fortes inseticias, fungicidas e repelentes naturais. Serve para repelir pulgões, borboleta da couve, afideos, mosca branca e cicadelas.

 

 

2 – Chorume de Urtigas

 

Vai precisar de 1kg de urtigas frescas sem flôr, 10 litros de água e um recipiente onde possa misturar ambos. Coloque a água e as urtigas dentro de recipiente, mexa bem mexida a mistura, tape o recipiente e deixe repousar. Ao final de alguns dias devem aparecer algumas borbulhas no topo da misturar, essas borbulhas são sinal de que a fermentação está em curso. Quando deixar de ver essas borbulhas é sinal que o chorume de urtigas está pronto.

Retire as urtigas, coe o liquido resultante da fermentação e guarde num local fresco e limpo.

 

  • Para repelir os pulgões das suas plantas, dilua 1 litro de chrume de urtiga em 10 litros de água e pulverize as plantas. Lembre-se que prevenir é o melhor remédio! Portanto pulverize as suas plantas semanalmente com este repelente mesmo antes das pragas atacar a sua horta biológica.
  • Para utilizar como adubo liquido natural, dilua 3 litros de chrome em 10 litros de água e regue as plantas.

 

 

3 – Cebola

A cebola é um excelente de todo o tipo de insectos.

Corte uma cebola às rodelas, junte um pouco de água e rele no liquidificador ou com varinha mágica, filtre a mistura, junte dois litros de água e borrife as plantas com o preparado.

 

 

4 – Hortelã

O chã de hortelã tem se mostrado um excelente repelente de insectos.

Coloque água a ferver e junte folhas de hortelã quanto baste, deixe ferver por 3 minutos, deixe arrefecer, coe e aplique de imediato depois de frio.

 

 

5 – Vinagre com Oregãos

Ferva o vinagre com oregãos durante três minutos como de estivesse a fazer um chã, deixe a arrefecer, coe e aplique nas folhas e caules das plantas, serve para repelir formigas, alguns insetos e lagartas.

 

 

6 – Tomateiro

Chã de folha de tomateiro tem ação inseticida contra pulgões. Ferva algumas folhas e pedacinhos de caule em 2 litros de água, deixe arrefecer e aplique de imediato nas plantas a tratar.

 

 

7 – Chã de Cavalinha

O chã de cavalinha é bom para afugentar insetos nocivos à sua horta.
Vai precisar de 10 gr de cavalinha seca ou 30 gr de cavalinha verde.
Ferva as folhas de cavalinha em 1 litro de água por 25 minutos. Dissolva a calda resultante em 9 litros de água.
Deixe arrefecer e aplique nas plantas com um pulverizador.

 

 

8 – Inseticida de Leite

O leite é tembém ele um excelente inteticida e fungicida para a sua horta. Use uma porção de leite para dez de água. Num recipiente, misture 1 litro de leite e 10 de água, mexa bem a mistura e borrife as plantas a tratar.

 
9 – Quadrados de papel ou plástico amarelo garrido
Já é sabido que muitos insetos se sentem atraídos pelo amarelo. Para evitar pragas como a mosca branca e outros insetos nocivos para a suas plantas, coloque quadrados  grandes de papel ou plástico amarelos untados com mel (ou outra substância pegajosa) espalhados pela sua horta.
amarelo mosca branca

 

 

10 – Cinzas
Espalhe cinzas de madeira pelo meio das suas plantas para evitar lesmas e caracóis. Além disso, as cinzas são um excelente fertilizante para as suas plantas.

 

 

11 – Casca de Ovo

As cascas de ovo bem trituras e colocadas junto aos pés das plantas, evita que lesmas e caracóis subam pelo pé e danifiquem a planta.

 

 

12 – Ervas aromáticas

Plantar ervas aromáticas pelos canteiros da sua horta, vai ajudar a repelir vários insetos nocivos. A hortelã, deverá ser presença obrigatória na sua horta.

 

 

13 – Sabão de potassa
Vai precisar de 10 l de água, 200 gr de sabão de potassa ou sabão azul, 100 ml de óleo vegetal (óleo Fula, de girassol, de milho etc)

Em aproximadamente 5 l de água misturar 200 gr de sabão de potassa (se utilizar sabão sólido, diluir em água morna mexendo com frequência até completa diluição), misturar os 100 ml de óleo lentamente ir mexendo sempre. Para finalizar junte os outros 5 litros de água para terminar a calda.

Deixe arrefecer e pulverize as plantas de preferência de manhã.

 


 

Agora, soluções quanto a nós menos biológicas, contudo admitidas no quadro de tratamentos permitidos em agriculturas orgânicas:

 

Calda Bordalesa

A famosa calda bordalesa é excelente na prevenção e tratamento de fungos e bactérias nocivas às plantas da sua horta.

Vai precisar de um saco de pano, 100 gr de sulfato de cobre (encontrado em lojas de de produtos agrícolas), 100 gr de cal virgem, 10 litros de água e 2 recipientes plásticos.

Deve usar apenas recipientes plásticos, pois os metálicos podem reagir com o sulfato de cobre. Coloque o sulfato de cobre dentro do saco de pano, mergulhe-o em 9 litros de água por três a quatro horas até o sulfato de cobre dissolver. Em outro recipiente, dissolva a cal em 1 litro de água e despeje na solução preparada com o sulfato de cobre e mexa bem. É necessário que a mistura tenha pH neutro ou ligeiramente alcalino. Para identificar, coloque um pouco da solução em uma lâmina de ferro. Se ficar ligeiramente acastanhada, é porque está ácida. Para corrigir, dissolva mais cal, até que a lâmina não apresente a tonalidade acastanhada.

Comentários Facebook
9 votes

20 comments

    • Verdade Nuno,

      Devido à sua observação, rectificamos o texto ao referir que de facto a calda bordalesa, é uma solução não tão biológica como as restantes.

      Grato pela sua observação.

      Cumprimentos

  1. A Calda Bordalesa é um produto biológico – há que saber do que se fala para se abordar um assunto tão complexo quanto a agricultura bio.

  2. Gostei demais. Um ótimo caminho para que possamos também contribuir com a saúde do meio ambiente…no qual, vale sempre lembrar, estamos inseridos.

    • Frusta Maria. À partida devem ser manchas pardas. Remova as folhas afectadas e verifique se está a fazer uma rega adequada. As manchas pardas podem ter várias origens mas a a causa mais usual é uma rega deficiente.

  3. Planto hortelã em casa (as mudas meu pai trouxe do Líbano), mas vez ou outra, a ponta das folhas começam a escurecer e acaba atingindo toda a planta, que vai secando, e enrugando as folhas, matando a planta. Já tentei vários produtos, mas em vão. Um detalhe, se deixo perto de uma planta atacada, a planta sadia acaba sendo contaminada também.

    • Viva Jorge,
      Certifique-se que a sua hortelã tem luz e água em quantidades suficientes. Uma vez que a hortelã gosta de bastante espaço equacione a possibilidade de a semear / plantar no exterior em um local que não fique exposto à luz solar direta.

      Cumprimentos

  4. Tenho manjericão, hortelã, arruda, alecrim… em vasinhos no meu apto. Todos com pulgão. Já troquei vasos. deixo eles distantes mas acabou dando em todos. O que causa o pulgão? Me indicaram o fumo mas não deu jeito. o que posso usar (e consumir) nessas plantas?

  5. Olá. Meu esposo trocou a terra das minhas plantas e colocou nela bastante adubo de boi. Agora minga casa cheira mal e as plantas estão cheias de bichinhos tipo mosquitinhos bem pequenos pretos e tem tbm alguns mais compridinhos tipo uma larvinha. Obs: não só nas plantas mas minha casa está enfestada desses insetos. Tem algo que eu possa fazer pra matar esses insetos sem ter que trocar a terra dos vasos? Já usei SBP e água sanitária nos vasos mas eles não morrem….SOCORRO

  6. Gostei do artigo. Tem óptimas dicas.
    Agora gostaria de perguntar uma coisa. Têm alguma coisa para combater a mosca que ataca as laranjas? Tenho colocado garrafas com furos e variados líquidos quase todos eles eficazes pois as garrafas ficam cheias de moscas mas as que não entram ou entram depois atacam à mesma as laranjas e destroem quase por completo a produção. As laranjas ficam todas marcadas com as picadas e grande parte delas começam a abrir e caiem prematuramente. Agradecia uma ajuda. Obrigado. Vasco

  7. Têm alguma solução para combater a mosca da laranja? Eu tentei as garrafas de plástico com furos com água da lavagem do bacalhau e outras misturas que mataram muita mosca. No entanto não foi suficiente pois as laranjas continuavam a ser picadas e começavam a abrir. Caiem antes de amadurecerem por completo.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *