Como germinar ou plantar gengibre em casa

Cultivar gengibre nunca foi tão fácil!!!

 

O gengibre (Zingiber officinale) é uma planta herbácea da família das Zingiberaceae, originária da ilha de Java, da Índia e da China, de onde se difundiu pelas regiões tropicais do mundo. Trata-se de uma planta perene da Família das Zingiberáceas, as suas flores são tubulares, amarelo-claro e surgem como espigas. O gengibre é um poderoso vegetal tropical que possui muitos benefícios e é surpreendentemente fácil de cultivar, a sua folhagem exuberante é muito semelhante ao bambu. Frequentemente encontrado na culinária Indiana e Asiática, o gengibre dá um toque saboroso aos pratos. Como sabem o gengibre é picante e o responsável por esse sabor é o  gingerol , o gingerol é também uma substância dotada de propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que protegem o organismo de bactérias e fungos. As suas qualidades medicinais são conhecidas por melhorar o sistema imunológico e aliviar problemas digestivos. O gengibre também é rico em substâncias termogênicas que ativam o metabolismo do organismo e potencializam a queima de gordura corporal. A raiz do gengibre pode ser consumida fresca, em pó, seca, em óleo ou adicionada a um suco ou batido…

 

Como adquirir o seu gengibre?!

A maneira mais fácil de começar a cultivar raiz de gengibre é obtendo uns rizomas frescos de alguém que cultive gengibre ou basta comprar alguns em lojas ou super-mercados. O gengibre convencional é irradiado e tratado para impedir que ele brote no supermercado. Algumas pessoas recomendam mergulhar os rizomas na água durante a noite. Não é uma má ideia, já que o mesmo foi tratado com um retardador de crescimento. Certifique-se de seleccionar rizomas frescos e rechonchudos. Procure gengibres com “olhos” bem desenvolvidos ou botões de crescimento . Os “olhos” parecem pequenos brotos no final de cada “dedo” por assim dizer. Aconselho a compra de um gengibre orgânico se assim for possível e reparem nos botões que têm que ser mais ou menos como estes. Li o conselho de colocar os rizomas na água até que eles germinem raízes, isso para mim não faz sentido pois a planta de gengibre ficará muito mais feliz se as raízes estiverem no solo e puderem respirar desde o início, pois se o solo estiver húmido e quente, eles enraizarão com muita mais facilidade.

Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Zingiberales
Família: Zingiberaceae
Género: Zingiber
Espécie: Z. officinale
Nome binomial
Zingiber officinale

 

 

A escolha e preparo do solo:

 

Para melhores chances de sucesso, use solo de alta qualidade e bem drenado.  O gengibre também prefere solos levemente ácidos, por isso, se o solo for mais alcalino, tente reajustá-lo. Como o musgo de esfagno ou fibra de coco. Ambos drenam muito bem e, por sua vez, podem impedir a podridão em plantas jovens. Procure manter o solo em um clima quente entre 22 a 25ºC, antes que a planta de gengibre germine.

Quando realizar o plantio:

 

O melhor período de plantio é o final do Inverno / início da Primavera. Opte por um local em que as plantas recebam bastante luz, mas sem sol directo, e onde estejam protegidas do vento, uma excelente opção é coloca-lo dentro de sua casa. Corte os rizomas de gengibre em pequenos pedaços com alguns brotos de crescimento cada, tem também a opção de cortar o rizoma em vários pedaços numa largura mínima de 2,5 a 3,75 cm. Isso significa que você cultivará mais gengibre do que uma planta. Depois de dividir o seu rizoma (é provável que cada pedaço tenha três ou mais brotos), deixe os em um local seguro e seco por pelo menos alguns dias – isso permitirá que as rodelas de gengibre formem um calo protector sobre a superfície e curem, reduzindo o risco de infecção.  Plante  a sua raiz de gengibre de 5 a 10 cm de profundidade, com os botões de crescimento voltados para cima. O gengibre cresce apenas cerca de 60 a 90 cm de altura. Um vaso de 14 polegadas comporta facilmente três rizomas comuns, uma caixa rectangular de esferovite comporta cerca de nove a uma dúzia. Se plantá-las no chão, plante-as a uma distância de 15 a 20 cm.

Cuidados no brotar:

Os cuidados são simples, manter o solo húmido e com boa drenagem. Verifique seu gengibre com frequência e regue quando o solo parecer começar a secar, se você notar uma drenagem insuficiente, ajuste a rega para evitar o solo encharcado, pois isso pode causar apodrecimento. Outra coisa que aconselho como já referi é durante o Inverno o armazenar em local seco e quente. Ou, se optar por deixar o gengibre do lado de fora, tente cobri-lo com uma espessa camada de cobertura morta quando a temperatura cair abaixo de 10 ° C.

Quando colher:

 

Se plantado em jardim a colheita do gengibre pode ocorrer de 7 a 12 meses após o plantio, quando as hastes e folhas começam a ficar acastanhadas ou secas, retirando-os e deixando secar por algum tempo. Se for em vaso pode ir retirando pequenos rizomas após quatro meses de plantio, mas com muito cuidado para não interferir no desenvolvimento da restante planta. Desta forma a planta pode viver por vários anos, sem necessidade de replantio.

Benefícios do gengibre na saúde:

Combate germes: Certos compostos químicos no gengibre fresco ajudam seu corpo a evitar germes. Eles são especialmente bons em impedir o crescimento de bactérias como E.coli e shigella , e também podem manter vírus como o RSV afastados.

Mantém a boca saudável: O poder anti-bacteriano do gengibre também pode iluminar seu sorriso. Os compostos activos no gengibre, chamados gingeróis, impedem o crescimento de bactérias orais. Essas bactérias são as mesmas que podem causar doença periodontal, uma infecção grave da gengiva.

Acalma náuseas: O gengibre ajuda se você estiver tentando aliviar um estômago enjoado, especialmente durante a gravidez. Pode funcionar quebrando e se livrando do gás acumulado no intestino. Também pode ajudar a resolver enjoos ou náusea causada pela quimioterapia.

Acalma os músculos doloridos: O gengibre não afasta a dor muscular imediatamente, mas pode domar a dor ao longo do tempo. Em alguns estudos, pessoas com dores musculares causadas por exercícios que tomavam gengibre tinham menos dor no dia seguinte do que aquelas que não tomavam.

Ajuda nos sintomas de Artrite: O gengibre é um anti-inflamatório, o que significa que reduz o inchaço. Isso pode ser especialmente útil no tratamento de sintomas de artrite reumatóide e osteoartrite. Você pode obter alívio da dor e do inchaço tomando gengibre por via oral ou usando uma compressa ou adesivo na sua pele.

Retarda o crescimento do cancro: Alguns estudos mostram que moléculas bioactivas no gengibre podem retardar o crescimento de alguns tipos de câncer, como câncer colorretal, gástrico, ovário, fígado, pele, mama e próstata. Mas são necessárias muito mais pesquisas para ver se isso é verdade.

Reduz o açúcar no sangue: Um estudo recente sugeriu que o gengibre pode ajudar seu corpo a usar melhor a insulina.

Auxilia nas dores menstruais: Gengibre em pó pode ajudar. Nos estudos, as mulheres que tomaram 1.500 miligramas de gengibre em pó uma vez por dia durante 3 dias durante o ciclo sentiram menos dor.

Reduz o colesterol: Uma dose diária de gengibre pode ajudá-lo a combater os seus níveis de colesterol “ruim” ou LDL.. Um estudo recente  diz que se tomar 5 gramas de gengibre por dia durante 3 meses reduz a média de colesterol LDL.

Protege-o de doenças: O gengibre é carregado com antioxidantes, compostos que impedem o stress e os danos ao ADN do seu corpo. Ele pode ajudar o seu corpo a combater doenças crônicas como pressão alta, doenças cardíacas e doenças dos pulmões, além de promover um envelhecimento saudável.

Alivia na indigestão: Na indigestão crônica, também chamada dispepsia, o gengibre pode trazer algum alívio, este usado antes das refeições pode deixar o seu estômago vazio mais rapidamente, deixando menos tempo para os alimentos descansarem e causar problemas.

Acelera o metabolismo: De facto, parece que o gengibre acelera o metabolismo, é considerado um superalimento, ele desempenha um papel na queima de gordura, digestão de carboidratos, auxiliando assim a queima de gordura.

Com tantos benefícios para a saúde, qual a melhor maneira de o consumir:

Chá de gengibre:  O chá de gengibre é uma maneira fácil e muito popular de obter os benefícios desta raiz. A maneira mais fácil de preparar essa bebida é fervendo fatias da raiz em água. Pode também utilizar as saquinhas de chá que se compram nos super-mercados mas acredite se realmente quer beneficiar das reais propriedades do gengibre então siga a minha sugestão e  use as raízes naturais. pode ainda adicionar limão, hortelã, canela, mel e por aí fora…tudo a seu gosto.

Exemplos de sumos de gengibre:  

Com limão:

  • 1/2 limão descascado;
  • 300 m de água;
  • 1 colher de sopa de gengibre em pedaços;
  • gelo a gosto;
  • folhas de hortelã.

Leve todos os ingredientes para bater no liquidificador até ficar homogêneo.

Com ananás:

  • 1 1/2 copo de água gelada;
  • 4 fatias finas de abacaxi;
  • 2 rodelas finas de gengibre;
  • folhas de hortelã a gosto;
  • ½ xícara de café de suco de limão.

Descasque o abacaxi e separe em rodelas. Separe as rodelas de gengibre sem casca. Bata tudo no liquidificador por um minuto ou até ficar homogêneo. Beba em seguida sem coar.

Com melância: 

  • 4 fatias de melancia;
  • 1 colher de chá de gengibre ralado.

Retire a casca da melancia e bata no liquidificador com o gengibre até obter um suco. Como a melancia já contém água não é necessário adicionar. Beba sem coar e sem adoçar.

Com maracujá:

  • 150 ml de água;
  • 2 limões;
  • 2 maracujás;
  • gengibre ralado a gosto.

Bata tudo no liquidificador inclusive os maracujás sem sementes até ficar homogêneo. Sirva gelado.

Com laranja:

  • 2 laranjas;
  • 2 cenouras;
  • 1 copo de água;
  • 1 colher de chá de gengibre ralado.

Esprema o suco da laranja e reserve. Corte as cenouras descascada em pedacinhos menores. Rele o gengibre. Leve tudo para bater no liquidificador com a água até obter um suco.

 

Chegámos ao fim de mais um artigo, espero que seja de grande ajuda, já que o gengibre tem tantos beneficios. Vai ser uma das minhas próximas experiências pois sou um usuário nato do gengibre seja para fins culinários ou medicinais e com certeza que o gengibre caseiro será ainda mais impactante e benéfico.

 

 

2 votes

Comments

comments